São José terá o 1º jardim botânico oficialmente reconhecido em SC

22 07 2015

A cidade de São José, na Grande Florianópolis, inaugurará em agosto o primeiro jardim botânico oficialmente reconhecido em Santa Catarina. O empreedimento, parte de uma Parceira Público-Privado (PPP) entre uma construtora da cidade e a Prefeitura de São José, foi apresentado na manhã desta quarta-feira (15), na reunião da Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa.

Conforme o Davi Correa de Souza, sócio-proprietário da J.A. Urbanismo, o projeto para a construção do jardim botânico foi iniciado há aproximadamente sete anos. Para isso, sua empresa doou uma área de 16 hectares para a instalação do jardim, no bairro Potecas. No local, foram construídos uma sede, em estilo açoriano, com quase 700 metros quadrados, além de estufa de plantas e anfiteatro ao ar livre, entre outras instalações. Ao todo, com a doação do terreno e a construção das benfeitorias, o investimento chega a R$ 6 milhões.

“A construção desse jardim botânico foi um desafio que lançamos há sete anos e depois de vencer muita burocracia e desconfiança, estamos prestes a ver esse sonho virar realidade”, comenta o empresário. Segundo ele, a inauguração do empreendimento está prevista para 12 de agosto.

Conforme o superintendente da Fundação Municipal de Meio Ambiente de São José, Moacir da Silva, o jardim botânico será importante para a população local e regional não apenas pela preservação de espécies da flora, mas pelo oferecimento de um espaço diferenciado de lazer, que preserve o meio ambiente. “Tudo que se faz em prol do meio ambiente tem reflexos positivos em várias áreas”, comentou.

Silva ressaltou o fato de que o empreendimento de São José é o primeiro do estado a integrar oficialmente o Sistema Nacional de Registros de Jardins Botânicos (SNRJB), reconhecido pelo Ministério do Meio Ambiente. Em todo o país, apenas outros 24 jardins têm esse credenciamento. O empreendimento josefense foi classificado na categoria C dos jardins botânicos.

O presidente da Comissão de Turismo e Meio Ambiente, deputado Gean Loureiro (PMDB), afirmou que o empreendimento de São José deve servir de exemplo para todo o estado. “O objetivo da nossa comissão é mostrar esse bom exemplo de PPA, que pode ser repetido em outras cidades que querem criar seus jardins botânicos, como é o caso de Florianópolis”, afirmou. Além de Gean Loureiro, participaram da reunião os deputados Mário Marcondes (PR), Neodi Saretta (PT) e Maurício Eskudlark (PSD), que elogiaram a iniciativa.

(Agência ALESC , 15/07/2015)

Anúncios




Turismo cresce 4% no mundo em 2015, mostra UNWTO

21 07 2015

País

17/07 às 15h46 – Atualizada em 17/07 às 15h49

Turismo cresce 4% no mundo em 2015, mostra UNWTO

O turismo mundial cresceu 4% nos primeiros quatro meses de 2015, apontou um relatório da Organização Mundial de Turismo (Unwto, na sigla em inglês) nesta sexta-feira (17). Segundo a entidade, os destinos em todo o mundoacolheram cerca de 332 milhões de turistas, 14 milhões a mais que o mesmo período de 2014.

Os dados seguem o crescimento registrado em todo o ano passado (alta de 4,3%) e consolidam a tendência positiva do turismo internacional nos últimos anos (média de 4,5% desde 2010). Na época das férias no hemisfério norte, entre maio e agosto, a Unwto estima um movimento de, ao menos, 500 milhões de viajantes no mundo.

De janeiro a abril, o crescimento mais forte foi registrado nas Américas (6%), seguida pela Europa, Ásia e Pacífico e Oriente Médio – todos com aumento de 4% a 5%. Especificamente, a Oceania e a América do Sul lideram as estatísticas (+8%) seguidas pelo Caribe e Europa Central e Oriental (+7%).

“É encorajador ver como o setor turístico continua a consolidar os excelentes resultados, mesmo com as preocupações de segurança e de problemas em muitas partes do mundo”, explica o secretário-geral da Unwto, Taleb Rifai. Ele acrescenta ainda que essa é a “prova de que este é um setor econômico surpreendentemente resiliente e que contribui de maneira sempre mais decisiva para o desenvolvimento de países em todo o mundo”.

Já o medo do ebola e as preocupações com a segurança pessoal fizeram as viagens para a África caírem. O continente teve uma redução de 6% no número de visitantes e já havia registrado um ano negativo em 2014 após anos de alta. Por regiões, houve queda de 7% no norte africano e de 5% na região subsaariana.

“A crise do ebola na África Ocidental e as ações terroristas no norte da África são uma série de desafios para o turismo nacional e para a comunidade internacional. Precisamos trabalhar juntos para uma rápida cura. É importante lembrar que o turismo é uma veia vital de muitas comunidades em todo o mundo e que nós estamos de frente para uma ameaça global que atinge todas as nossas sociedades”, concluiu Rifai.

Fonte: Jornal do Brasil





Floripa, a única cidade criativa Unesco da Gastronomia no Brasil

6 07 2015
Um título que só foi conquistado com a contribuição de todos os povos que já passaram por aqui. E que transformaram a nossa cozinha em uma rica mistura de ingredientes, temperos, sabores e culturas. E todo esse patrimônio, agora, está nas mãos de cada um de nós.
top
Florianópolis, na qualidade de Cidade Criativa UNESCO da Gastronomia prevê realizar:
– A produção de um festival internacional anual de gastronomia com a participação de chefs convidados de outras cidades criativas.
– A criação de um prêmio bienal dado aos melhores restaurantes de Florianópolis, com base em critérios que incentivem a melhoria dos serviços e produtos oferecidos.
– A publicação de um guia anual da oferta gastronômica de qualidade de Florianópolis.
– Um workshop com especialistas sobre o tema da cooperação criativa entre design, artesanato, gastronomia e turismo. O objetivo é projetar, desenvolver e oferecer aos bares e restaurantes da cidade produtos e utensílios para a preparação e apresentação de pratos típicos.
– A criação do Observatório Nacional da Gastronomia. O objetivo é ampliar a circulação de informações relacionadas com a cadeia de produção de alimentos por meio da produção, estudo e divulgação global de dados.
– A expansão dos programas de intercâmbio acadêmico para estudantes de escolas de gastronomia e intercâmbio técnico / profissional para os profissionais do setor.
– A criação do Núcleo de Inovação Cultural. O objetivo é ter um espaço de trabalho multidisciplinar, de compartilhamento de conhecimentos e experiências para compreensão dos fenômenos culturais que demarcam um determinado território, com foco na Economia Criativa e ênfase na Gastronomia.
Mais informações: http://www.floripacreativecity.com/




Sebrae e Setur de Florianópolis entregam a 1a pesquisa de demanda de 2014

9 09 2014

Como parte integrante do Projeto Floripa Pró-Turismo, o SEBRAE realizou, no mês de agosto de 2014, a primeira pesquisa de demanda turística do projeto. A pesquisa visa identificar o perfil das pessoas que visitam a cidade e será uma importante ferramente de apoio ao planejamento do turismo do município. 

Ponte_1

A pesquisa pode ser acessada clicando AQUI.





Florianópolis ganha prêmio do Ministério do Turismo por melhorias em seu acesso

9 12 2013
Santo_Antonio_9

O acesso a Florianópolis, tão comentado por quem frequenta o município, parece não ter afetado a sua credibilidade quando o assunto é turismo. Na última segunda-feira, a região recebeu um prêmio do Ministério do Turismo, em Brasília, por atingir a maior evolução nas condições de acesso que disponibiliza a quem visita o local — entre eles o aéreo, rodoviário e sistema de transporte no destino. Apesar de ser o município com o maior avanço no item em questão, a Capital ocupou o 6º lugar em oferta de acesso.

O estudo levou em conta 65 destinos turísticos e é desenvolvido em parceria com o Sebrae e a Fundação Getúlio Vargas. O critério utilizado para que a Capital chegasse à nota 82,9 na categoria, mais de 20 pontos acima da média nacional, levou em consideração aspectos como a existência de aeroporto e rodoviária dentro do município, além de variedade nas linhas de transporte urbano que atendem as principais atrações turísticas.

No relatório do estudo, também são indicados pontos que comprometeram a nota de Florianópolis: existência de congestionamento no destino e inexistência de linha regular de transporte turístico que interligue as atrações da região. A pesquisa ouviu entidades do trade turístico, que responderam mais de 500 perguntas durante os dias 8 e 12 de julho deste ano.

O resultado de Florianópolis quanto ao acesso chamou a atenção do secretário nacional de Políticas de Turismo, Vinícius Lummertz. Ele acredita que o início de reformas no Aeroporto Internacional Hercílio Luz e na Rodoviária Rita Maria contribuíram para o avanço no índice e ressalta que o indicador é “um jogo do município contra si mesmo”, e não uma comparação entre os destinos pesquisados.

Os destinos catarinenses no ranking

O Índice de Competitividade do Turismo Nacional foi criado em 2008 para medir a competitividade nos 65 destinos com maior potencial turístico do país. Santa Catarina participa do índice com três municípios: Balneário Camboriú, Florianópolis e São Joaquim. Lummertz afirma que, a partir do ano que vem, novos destinos catarineses deverão fazer parte da pesquisa. Confira a colocação dos atuais nos resultados deste ano.

Balneário Camboriú

Colocação geral: 16º*
Nota: 67,7
*Em 2011 (última ano em que pesquisa foi realizada): 14º

São Joaquim

Colocação geral: 53º*
Nota: 48,9
*Em 2011: 55º

Florianópolis

Colocação geral: 8º
Nota: 75,2
*Em 2011: 9º

Categoria em que foi premiado: acesso

Critério: maior evolução dentre os destinos, com aumento de 8,9 pontos
Colocação geral na categoria: 6º
Colocação geral na categoria em 2011: 14º

Os itens levados em consideração pela pesquisa

_Existência de aeroporto dentro do território municipal
_Existência de um terminal rodoviário no destino
_Oferta de transportes para o deslocamento dos que embarcam e desembarcam tanto no aeroporto, quanto na rodoviária, incluindo ônibus convencional, ônibus executivo com ar-condicionado e linhas de transporte urbano que atendem às principais atrações turísticas
_Serviços de táxi regularizados e padronizados
_Oferta de ligações aéreas diretas entre o aeroporto do destino e seus principais centros de turistas nacionais e internacionais

O que prejudicou na avaliação

_Inexistência de linha regular de transporte turístico (ônibus ou similar) que interligue os principais atrativos do destino
_Existência de congestionamentos no destino
_Carência de vagas para estacionamento nas áreas turísticas





Floripa é eleita o 4a melhor destino do país

28 11 2013

De acordo com pesquisa do TripAdvisor, Floripa ficou com o 4a lugar entre os 10 principais destinos turísticos do pais.

Floripa_TripAdvisor

 

O ranking completo inclui:

1o – Rio de Janeiro

2o – São Paulo

3o – Salvador

4o – Floripa

5o – Foz do Iguaçu

6o – Búzios

7o – Manaus

8o – Jericoacoara

9o – Curitiba

10o – Gramado

Saiba mais em: http://www.tripadvisor.com.br/TravelersChoice-Destinations





Viaja Mais é lançado em Santa Catarina

25 11 2013

Ministério do Turismo mobiliza empresários para que incluam novos pacotes e serviços no programa de descontos e vantagens em pacotes turísticos para idosos

vinicius_viajamais_sc

 

O Ministério do Turismo começou este mês uma série de visitas aos estados brasileiros para divulgar o Viaja Mais Melhor idade, um programa de ofertas e vantagens em pacotes de turismo para idosos, aposentados e pensionistas. O objetivo é ampliar o número de ofertas de produtos turísticos com novos parceiros e consolidar o programa em todo o país. O Viaja Mais é um incentivo às viagens pelo Brasil, especialmente nos períodos de baixa temporada.

Nesta segunda-feira (25), o secretário nacional de Políticas de Turismo do Ministério do Turismo, Vinícius Lummertz, apresentou o programa em Santa Catarina, com o lançamento em Florianópolis. O evento contou com a presença do secretário da Secretaria de Estado de Cultura, Turismo e Esporte, Valdir Walendowsky, e representantes do setor turístico.

A próxima cidade a receber o lançamento do Viaja Mais é Goiânia. Ainda estão previstas este ano visitas aos estados de Goiás, Minas Gerais, Amazonas, Bahia, Amapá, Rio de Janeiro e Distrito Federal.

Segundo estimativa do IBGE, o Brasil tem hoje cerca de 23,5 milhões de pessoas com mais de 60 anos. Os viajantes da terceira idade devem movimentar R$ 1,62 bilhão no mercado de turismo este ano, 8% a mais que em 2012, de acordo com a Associação Brasileira das Agências de Viagens (Abav).

Em sua apresentação, Lummertz afirmou que Santa Catarina tem a oportunidade de fidelizar o público do Viaja Mais, já que o estado tem cenários variados e muita receptividade ao turismo. “É uma boa oportunidade para os empresários que desejam investir no crescimento dos seus negócios”, disse.

Para o secretário de estado Valdir Walendowsky, é importante que a iniciativa privada participe do programa. “Temos certeza que a oferta de pacotes e produtos turísticos direcionados à melhor idade irão aumentar o movimento de turistas em todas as regiões”, afirmou.

A expectativa é atingir uma ocupação entre 70% e 80% dos meios de hospedagem com o Viaja Mais Melhor Idade. O programa ainda traz facilidades de crédito e a possibilidade de parcelar a viagem em até 48 vezes por meio de créditos e cartões dos Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Clique aqui e ouça declaração do secretário Vinícius Lummertz sobre a importância do programa para movimentar o turismo em baixa temporada

Assessoria de Comunicação Social – Ascom
Telefone: (61) 2023-7055
e-mail: imprensa@turismo.gov.br